contato@agroshopdf.com.br
Área login
Bem-vindo (a).
login Faça seu login ou
cadastro Faça aqui seu cadastro
Lateral esquerda

AgroShop


__________

Conteúdo Área Lateral

AgroShop

É Composta por: Loja, Banho e tosa e Clínica Veterinária, em um espaço de 600m2 com amplo estacionamento e fácil acesso.

_____________________

Compras apartir de R$ 100,00 Frete Grátis  para o DF.

Compras apartir de R$  40,00 Frete Grátis para Taguatinga,Ceilândia,

Samambaia, R. das Emas, Riacho Fundo I   e  II  e Águas Claras

__________________

__________________


____________________

  TV AgroShop

____________________

Cartão Fidelidade

Clique AQUI

Banner
Newsletter


Incluir Remover
Lateral direita

AgroShop

É Composta por: Loja, Banho e tosa e Clínica Veterinária, em um espaço de 600m2 com amplo estacionamento e fácil acesso.

_____________________

Compras apartir de R$ 100,00 Frete Grátis  para o DF.

Compras apartir de R$  40,00 Frete Grátis para Taguatinga,Ceilândia,

Samambaia, R. das Emas, Riacho Fundo I   e  II  e Águas Claras

__________________

__________________


____________________

  TV AgroShop

____________________

Cartão Fidelidade

Clique AQUI

J)-Inform. Veterinário 04

Endoparasitoses e Vermifugação


As endoparasitoses são infecções intestinais provocadas por vermes que vivem no interior do corpo do hospedeiro para se alimentar e se reproduzir. As doenças parasitárias de cães acometem tanto filhotes quanto adultos e merecem destaque na clínica veterinária e na saúde pública, pois o manejo correto e a higiene dos animais são fundamentais para a saúde humana.

É normal os filhotes possuírem alguns de seus órgãos abdominais aumentados, que vão diminuindo com o passar dos meses, mas ainda podem continuar um pouco proeminentes. Mas um abdômen muito abaulado nesta fase da vida pode ser devido a endoparasitas. Eles causam vários outros problemas como apatia, perda de peso, vômito, diarréia, anemias, convulsões, prurido (coceira) anal, predisposição a outras doenças sistêmicas e até morte.

Os animais podem se infestar em passeios na rua, através da ingestão de ovos e larvas dos vermes presentes no ambiente, pela penetração de larvas na pele e por via placentária ou mamária. De forma semelhante, as pessoas, principalmente crianças, podem se contaminar em parques, praças, areia ou até mesmo em casa, pela ingestão de água ou alimentos contaminados com ovos ou pela penetração ativa de larvas na pele, andando descalços em local infestados.

Há vários tipos de parasitas que acometem cães e os mais comuns são os nematódeos, cestódeos e protozoários. Os nematódeos são conhecidos como vermes redondos e apresentam o Ancylostoma caninum, Uncinaria spp., Trichuris vulpis, Toxocara canis, Toxascaris leonina, Toxocara cati e Strongyloides stercoralis como principais representantes. Os cestódeos são os vermes achatados, representados pelas tênias, sendo o Dipylidium caninum o tipo mais comum. Finalmente, os protozoários mais freqüentes são os Crytosporidium parvum, Giardia spp. e os Isospora spp., um protozoário coccídio.

Nematódeos ou vermes redondos

Ancylostoma caninum e a Uncinaria spp. são parasitas hematófagos (que se alimentam de sangue), mais comuns em cães do que em gatos. Os animais adquirem a doença pela ingestão de ovos na água ou alimentos contaminados, durante a amamentação, ingerindo o colostro da mãe ou pela penetração de larvas na pele. Os principais sinais clínicos são diarréias, fezes com sangue ou escuras, anemia grave por deficiência de ferro, emagrecimento, reações cutâneas e ulcerações nos locais de infecção percutânea (através da pele), dificuldade respiratória, queda de pêlo e atraso no desenvolvimento dos filhotes, podendo levar até a morte dos animais jovens. Nos cães idosos, é difícil que as doenças intestinais sejam causadas apenas pelos ancilostomídeos, mas eles contribuem para o aparecimento de outras doenças. O diagnóstico é feito pelo exame de fezes, coproparasitológico, pelos sinais clínicos e, em muitos casos, pelo exame de sangue, onde se observa anemia por deficiência de ferro. O tratamento é realizado com anti-helmínticos (vermífugos), via oral, à base de praziquantel e pirantel, com reforço após 15 dias da primeira dose; no entanto, em muitos casos, é necessário administrar medicação sob forma de injeção, para os vermes ingiram o medicamento na circulação, já que são hematófagos. Estes parasitas causam doenças no homem, portanto, é necessário, além dos exames de fezes periódicos e da vermifugação dos animais, realizar o controle da doença, tratando as fêmeas prenhes e em lactação e tendo cuidados com a higiene dos canis, mantendo o piso sem frestas e seco e retirando as fezes com pá antes de lavar a área, para evitar contaminação ambiental.

Toxocara canis, Toxascaris leonina e Toxocara cati infectam o intestino delgado, causando emagrecimento, fezes pastosas com muco, tosse, corrimento nasal espumoso, cansaço fácil, anemia, abdômen abaulado, pêlos eriçados, falha no crescimento de filhotes e, nos casos mais graves, pneumonia e edema pulmonar. Comumente, o T. canis infecta o cão pela contaminação do filhote no útero da mãe, o T. cati infecta o gato pela ingestão das larvas no leite e o T. leonina infecta tanto o gato quanto o cão através da ingestão de hospedeiros intermediários contaminados. É importante o exame de fezes para o diagnóstico correto da doença e o tratamento com anti-helmínticos. Nos filhotes acometidos, é necessário um reforço 15 ou 21 após a administração; nos recém-nascidos, podem ser dadas doses de vermífugos por 3 dias consecutivos, com reforço após 15 ou 21 dias; e, nas fêmeas gestantes, pode-se usar anti-helmínticos do 40º dia de gestação até o 15º dia pós-parto, para reduzir a infestação nas fêmeas e a migração através da placenta para os filhotes. O controle é feito com a limitação dos cães nas áreas onde crianças brincam (como parques e praias), eliminação das fezes nas casas e jardins e monitoramento dos exames de fezes com tratamento regular dos animais, pois estes parasitas transmitem a larva migrans visceral, causando danos ao fígado, olhos, cérebro, rins e pulmões.

O Trichuris vulpis é um nematóide cujos vermes adultos se alojam na mucosa do ceco e cólon, causando inflamação e sangramento. Os animais, principalmente cães, adquirem a tricuríase pela ingestão de ovos do parasita e podem apresentar fezes com sangue e convulsões. O diagnostico é feito pelo achado de ovos nas fezes, muitas vezes sendo necessários exames seriados e até endoscopia para detecção de vermes adultos. O tratamento também é realizado com anti-helmínticos.

Cestódeos ou vermes achatados

O cestódeos ou tênias são vermes chatos que parasitam o intestino, sendo o Dipylidium caninum o tipo de tênia mais comum. Os animais adquirem a doença através da ingestão de pulgas ou piolhos contaminados e apresentam como sinal clínico mais comum e marcante a irritação anal, além de sinais semelhantes aos das demais parasitoses. Os ovos do D. caninum são confinados em segmentos chamados proglotes, semelhantes a grãos de arroz, que podem ser vistos nas fezes ou na região perianal. O tratamento com praziquantel presente em vermífugos é efetivo contra todas as espécies de tênia. As tênias são problema de saúde pública, pois também causam doença no homem, sendo fundamental o tratamento sistemático dos cães e o manejo para controle de pulgas e piolhos.

Protozoários

Cães, principalmente os jovens, adquirem Isospora spp. pela ingestão direta de oocistos (forma infectante do protozoário) do meio ambiente, e podem apresentar diarréia moderada a intensa, com presença de sangue. Muitas vezes, fazem-se necessários exames repetidos das fezes para se achar os oocistos, sendo que o tratamento específico por 10 a 20 dias não erradica os coccídeos, mas consegue inibi-los e permitir que as defesas do animal restabeleçam o controle.

O Crytosporidium parvum causa a criptosporidiose em animais que ingerem oocistos esporulados eliminados por animais infestados e carreados pela água. A diarréia, resultando em morte, é o sinal clinico mais comum em cães jovens e muitos gatos podem não apresentar sintomas. A doença infecta pessoas, mas estas conseguem eliminá-la espontaneamente, quando possuem um sistema imunológico competente. O diagnóstico é feito por um exame de fezes minucioso e não se conhece tratamento seguro para esta doença.

A giardíase é causada por outro protozoário, a Giardia spp., quando os animais ingerem água contaminada por cistos eliminados por outros. Os microorganismos interferem na digestão do intestino delgado, enquanto, no homem, pode causar problemas hepáticos. Principalmente nos cães, pode ocorrer esta parasitose com aparecimento de diarréia discreta a grave, com sangue e muco, que muitas vezes é persistente, mas pode ser intermitente ou autolimitante. O exame de fezes é um dos possíveis métodos de diagnóstico e o tratamento pode ser realizado com diferentes princípios ativos, mas nenhum deles é 100% eficaz por diversas razões, entre elas: a resistência dos microorganismos a drogas, a deficiência do sistema imunológico em combater a doença, a presença de outras doenças associadas, a reinfestação fácil e o uso de produtos desinfetantes ineficazes, sendo necessários, neste caso, para desinfecção, compostos de amônio quaternário e o alcatrão de pinho.

As endoparasitoses são muito comuns em cãess e uma posse responsável é fundamental para a saúde desses animais e das pessoas que convivem direta ou indiretamente com eles. Uma rotina preventiva deve ser adotada e visitas periódicas a um médico veterinário são importantes, não apenas quando houver suspeita de infestação pelo reconhecimento dos sinais clínicos descritos.

Fonte: Animais de Compnhia


Mais informações

Informações.:

AgroShop Clínica Veterinária, AgroShop Loja e  AgroShop Banho e Tosa.

Atendimento.:

Horário de Atendimento

 

Segurança.:

Redes Sociais:
 
 

Formas de Pagamentos.:

Contato.:

 

 

 

 

QSD 10 Lotes 17/18 Taguatinga Sul - DF CEP.: 72.020-100  Fone/Fax.: (61) 3351-7770

Mais informações clik aqui 

 

 

 

 

As imagens dos produtos são meramente inlustrativas. Todos os preços e condições comerciais estão sujeitas a alterações sem avisos prévios.

Desenvolvido Por.:

Copyright (c) AgroShop 06/2010 - Todos os direitos Reservados

 

 

(61) 33517770

Seu enredeço completo, XX - Seu Bairro - Sua Cidade - Estado - Cep: 33333-333

OK
Copyright (c) AgroShop 2018 - Todos os Direitos Reservados